25 de julho de 2012

Anadia, a terra em que nasci

Foto: Internet

Entre montes e serras eu nasci,
Nas serranias e vales me criei,
Foram tantos os lugares que andei,
Mas não esqueço da terra onde nasci.

A casa em que morava,
A mãe meiga e carinhosa,
A Igreja da matriz,
E o grupo Escolar “Rui Barbosa”.

As aulas de catecismo,
Os amigos da infância,
Ficaram na memória,
São parte da minha história.

A filarmônica tocando,
O grande “mastro” chegando.
As crianças na carreira e o sino
Anunciando a festa da padroeira.

Do alto da Procissão,
Majestosamente olhando,
Ia a Virgem da Piedade, padroeira da cidade,
A todos abençoando.

Dr. Sebastião Palmeira/Maceió-AL

Sebastião José Palmeira é advogado criminalista, Procurador de Estado, especialista em Direito Penal, professor de criminologia, membro da Academia Maceioense de Letras e diretor-geral da Seune-AL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *