13 de julho de 2017

Espetáculo comemora 45 anos do Ballet Emília Vasconcelos

Gatitude

Gatitude

O Ballet Emília Vasconcelos, pioneiro no ensino de sapateado e baby class em Alagoas, comemora em 2017 os seus 45 anos de história e dedicação à dança. Para celebrar a data, apresenta nos dias 22 e 23 de julho, às 20h, no Teatro Deodoro, o espetáculo “GRATITUDE”.

A escola que nasceu em 1972, fruto dos sonhos da bailarina Maria Emília Vasconcelos, entra no palco esse ano para celebrar, com gratidão, os 45 anos de história, realizações, prêmios e participações especiais em importantes festivais de dança pelo país. 

“Gratitude está chegando para mostrar o nosso agradecimento a todos que acreditaram junto conosco. Que contribuíram para a história e o fortalecimento do Ballet Emília Vasconcelos. Que venham os noventa anos de uma escola que só faz crescer”, destacou a bailarina Cristina Vasconcelos, diretora da instituição e filha da fundadora Maria Emília. Cristina é a mais nova delegada do Conselho Brasileiro de Dança (CBDD), representando e colocando Alagoas no mapa nacional da dança, posto ocupado por sua mãe em 1981.

O espetáculo “GRATITUDE” já vem sendo montado e ensaiado há cerca de três meses, contando com a assinatura dos renomados bailarinos Guivalde Almeida (SP) e Cristina Vasconcelos (AL) e da sapateadora Paula Bono (SP).  No palco, 65 bailarinos, com idades entre 5 e 45 anos, apresentam coreografias de ballet clássico, ballet moderno, jazz e sapateado com participação especial da cantora Irina Costa.

Ao longo da sua história, a escola tem promovido encontros e intercâmbios entre professores e alunos de outros estados. Grandes nomes da dança já trouxeram os seus ensinamentos e com GRATITUDE não poderia ser diferente. Os bailarinos Guivalde Almeida e Paula Bono são naturais de São Paulo e referências nacionais na dança. Ele é diretor artístico da Cia Brasileira de Danças Clássicas e da Especial Academia de Ballet, um dos mais importantes centros de ensino da dança clássica da América Latina. Já Paula Bono é docente na área do sapateado há 30 anos e premiada nos maiores festivais de dança do Brasil e exterior.

“Convidamos esses profissionais por conhecermos o trabalho e toda a vivência que eles têm com escolas de dança e montagens de grandes espetáculos. Paula e Guivalde trazem para Maceió bagagem e inovação, conferindo à GRATITUDE a experiência e competência que a data merece”, afirmou Cristina Vasconcelos.

 Os ingressos para o espetáculo já estão sendo vendidos na sede do ballet (Rua Dr. Antônio Cansanção, 755 – Ponta Verde) por R$50 (inteira) e R$25 (estudante). Eles também estarão disponíveis na bilheteria do Teatro Deodoro.

GRATITUDE
45 anos do Ballet Emília Vasconcelos 

Onde: Teatro Deodoro (Rua Barão de Maceió, 375, Centro)
Quando: 22 e 23 de julho de 2017
Horário: 20h
Ingressos: R$50 (inteira) e R$25 (estudante)

Espetáculo comemora 45 anos do Ballet Emília Vasconcelos

Sobre o Ballet Emília Vasconcelos:

Pioneira no ensino de sapateado e baby class em Maceió, a então Academia de Ballet Emília Vasconcelos teve seu início em 1972. As aulas ministradas por sua fundadora, a bailarina Maria Emília Vasconcelos, aconteciam na primeira sede da instituição, localizada na Rua Barão José Miguel, no bairro do Farol.

Após transferir suas instalações para a Ponta Verde, realizar cerca de 60 espetáculos e aumentar a bagagem de prêmios e participações em importantes festivais de dança pelo país, o Ballet Emília Vasconcelos completa em 2017 os seus 45 anos de história.

A administração da escola também ultrapassa gerações. Maria Emília, Cristina e Christianne Vasconcelos (avó, filha e neta) são os pilares dessa instituição que se fortalece e é hoje uma referência dentro e fora de Alagoas. 

Sobre Maria Emília Vasconcelos:

Maria Emília Vieira de Vasconcelos nasceu em 08 de novembro de 1937, em Aracaju – SE, mas mudou-se para Maceió-AL aos 4 anos de idade. Emília Vasconcelos, como é conhecida, despertou para a arte da dança desde pequena, quando imitava artistas da época.

Ainda jovem iniciou seus estudos de ballet clássico, ballet contemporâneo, jazz e sapateado. Estudou com bailarinos renomados como Leda Yuque, Royal Ballet na Academia Norma Lília, DalahAschar, Betys Lobato, Nino Giovanetti, Tony Calado, entre outros.

Maria Emília foi reconhecida diversas vezes com honrarias como a Medalha do Mérito Artístico, pelo Conselho Brasileiro de Dança, vinculado à UNESCO, e a Comenda Nise da Silveira. Foi a primeira bailarina no estado a ser Delegada do Conselho Brasileiro de Dança (CBDD).

Começou a lecionar Ballet em 1970, em colégios tradicionais de Alagoas. Em 1972 fundou a Academia de Ballet Emília Vasconcelos, hoje Ballet Emília Vasconcelos.

Fonte: Essenz Comunicação

Gigi Accioly

HolofoteJornalista (MTB 1468AL), apresentadora de TV, programa Gente em Evidência, exibido pela TV Alagoas (SBT), colunista social do Jornal Primeira Edição (impresso), editora-chefe e colunista da Revista Evidência Cosmopolita (AL), Colunista da revista evidencia.com (EVDCIA), diretora de planejamento da Comunicação Hoje e da Tehron - Núcleo de Comunicação; publicitária, assessora de comunicação, cerimonialista e mestre de cerimônias. Colunista do extinto portal Ciro Batelli – Unique Style (SP e Las Vegas). Membro do Conselho Deliberativo da Febracos – Federação Brasileira de Colunistas Sociais; diretora de divulgação da Soamar/AL. - Sociedade Amigos da Marinha; Diretora Regional em Alagoas da MBA - Mídia Brasil Associados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *