9 de outubro de 2017

Sucesso no lançamento do livro “Solange Entreartes”

O lançamento do livro “Solange Entreartes”, organizado pela talentosa professora e escritora Edilma Acioli Bomfim, aconteceu na noite de sexta-feira (6), no Centro de Convenções Ruth Cardoso, em Maceió

Edilma Acioli Bomfim e Solange Berard Chalita

Edilma Acioli Bomfim e Solange Berard Chalita

Na noite de sexta-feira (6), os principais nomes da cultura alagoana e formadores de opinião prestigiaram o lançamento do livro “Solange Entreartes”, na VIII Bienal Internacional do Livro de Alagoas, no stand da Impressa Oficial Graciliano Ramos. A obra organizada por Edilma Acioli Bomfim, uma das escritoras mais versáteis do nosso tempo, reúne 20 autores renomados que, sob um olhar assertivo, revelam a vida plural de Solange Berard Lages Chalita, um ícone da cultura brasileira. A capa do livro não poderia ser diferente: foi ilustrada com uma significativa obra de arte de Solange, e projeto gráfico de Benedito Alves Calheiros.

Capa do livro

Capa do livro

Pintora, poeta, crítica de arte, doutora em literatura, jurista, curadora, uma das mais expressiva e talentosa mulher da atualidade, Solange Berard Chalita autografou o  livro para centenas de amigos e apaixonados pelo seu trabalho ímpar.

Solange, a protagonista da obra literária, recebeu o carinho de amigos ao lado de Edilma que também assinou a dedicatória no livro, e pousaram para a revista EVDCIA e diversos veículos de comunicação do estado. O lançamento foi destaque, um grande sucesso na VIII Bienal Internacional do Livro de Alagoas.

Edilma Acioli Bomfim

Edilma Acioli Bomfim

Na solenidade de lançamento, a professora Edilma falou da honra eu reunir tantos talentos da nossa cultura para homenagear o savoir-faire de Solange em diversas vertentes artísticas. Carlos Melro, Presidente da Academia Alagoana de Letras, também enalteceu o trabalho da professora Edilma em realizar esse projeto que perpetua a trajetória de uma grande mulher. Melro registrou com muita propriedade o seu sentimento e percepção da homenagem, que reproduzo na íntegra:

“Queridos confrades: Foi-me motivo de orgulho o ter representado, ontem, a nossa Academia Alagoana de Letras, quando do lançamento do livro “Solange Entreartes”, repositório de testemunhos acerca da trajetória humana e artística de Solange Bérard Lages Chalita. Obra que é produto da feliz iniciativa, do frutuoso empenho e do ingente esforço da Professora Edilma Bonfim. Consoante afirmei naquele momento de justa celebração, não me sinto suficientemente neutro para falar, com isenção, sobre Solange. A ela apegado por profunda amizade que já vem de há muito, quanto vezes a assisti a criar com a pena e com o pincel, a encabeçar cruzadas em favor do resguardo dos nossos valores culturais, a dengar Pierre Chalita com aquele carinho indeciso quanto a ser maternal ou fraternal, ou ainda emergido de uma sintonia espiritual ou de uma afinidade cultural ou talvez de uma ebulição dos instintos. Chego a acreditar que tudo isso junto, eis que, casados os corpos, as mentes e os destinos, também conjugados os seus ideais como artistas, o compromisso cidadão com a valorização das manifestações culturais, o arrojo para enfrentar as indiferenças e omissões que conspiram contra a nossa identidade cultural. Mas juro de pés juntos que, apesar do amor fraternal que por ela carrego, tal e qual aquele que sempre cultivei e cultivo por Pierre Chalita, não permiti nem permito que tal sentimento turve meus olhos ou sacrifique os meus juízos de valor. E é por isso mesmo que, ontem como agora, proclamo de peito aberto que nem uma única outra homenagem poderia ser mais justa. Vivemos em um mundo em que os verdadeiros valores às vezes nem são enxergados, pois que empanados pelos falsos talentos urdidos pela mídia ou construídos pelas conveniências políticas ou corporativas, geradas nos contextos dos elogiódromos. Edilma viu e vê mais longe: é no hoje que devemos honrar o ontem e o hoje dos que nos são valiosos pelo exemplo. E é só assim que poderemos perenizar-lhes as memórias. Solange, com a sua mente aberta e com a sua inventividade, é um desses exemplo que de fato temos a cultuar. Nada mais natural, portanto, que se regozijem todos os confrades com a homenagem tributada a Solange Chalita, nossa mui estimada confreira. E nem se poderia negar a nossa gratidão pela iniciativa iluminada da Professora Edilma Bonfim”, comenta Carlos Melro.

Carlos Melro, Presidente da Academia Alagoana de Letras

Carlos Melro, Presidente da Academia Alagoana de Letras

Gigi Accioly

HolofoteJornalista (MTB 1468AL), apresentadora de TV, programa Gente em Evidência, exibido pela TV Alagoas (SBT), colunista social do Jornal Primeira Edição (impresso), editora-chefe e colunista da Revista Evidência Cosmopolita (AL), Colunista da revista evidencia.com (EVDCIA), diretora de planejamento da Comunicação Hoje e da Tehron - Núcleo de Comunicação; publicitária, assessora de comunicação, cerimonialista e mestre de cerimônias. Colunista do extinto portal Ciro Batelli – Unique Style (SP e Las Vegas). Membro do Conselho Deliberativo da Febracos – Federação Brasileira de Colunistas Sociais; diretora de divulgação da Soamar/AL. - Sociedade Amigos da Marinha; Diretora Regional em Alagoas da MBA - Mídia Brasil Associados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *