22 de outubro de 2018

Atividade física pode diminuir ou evitar câncer de mama, alerta profissional

Neste mês de outubro, quando se fala em saúde, logo lembramos da cor rosa. Isto porque, durante os 31 dias do mês, a campanha Outubro Rosa está presente em todos os locais, em busca de sensibilizar a população para a prevenção do câncer de mama. Para o educador físico Sidney Pereira, coordenador do projeto de assessoria esportiva gratuita Hapvida +1k, hoje, podemos associar a falta de qualidade de vida e a má alimentação como um dos principais motivadores do surgimento de câncer. Ele esclarece algumas dúvidas sobre o assunto e mostra como a atividade física pode ajudar a quem foi diagnosticado com a doença ou ainda como usar a atividade como forma de prevenção. Confira!

Como as atividades físicas podem evitar o câncer de mama?

A prática de atividade física associada a boa alimentação pode diminuir ou evitar a doença. Um estudo realizado por uma universidade na Inglaterra afirma que, o ideal seria a prática de oito horas semanais de atividade física, com intensidade moderada a leve, para prevenção de doenças. No entanto, é recomendado que pessoas que tenham um histórico familiar, tenham cuidado redobrado e façam exames frequentes, mesmo aqueles que sigam a linha de vida saudável.

É possível manter uma atividade física durante o tratamento?

São fortes as evidências que hoje a prática de atividade física é fundamental nas três fases distintas do tratamento. Na fase direcionada ao tratamento, se comprova que a prática de atividade física faz com que o paciente tenha condicionamento físico e lastro fisiológico para suportar o tratamento, além de trabalhar o fator psicológico.

Como as atividades físicas podem ajudar após o tratamento?

A prática de exercícios físicos pós-mastectomia é importante para a prevenção da limitação de movimentos da articulação glenoumeral, linfedema, alterações posturais que correspondem a um possível desequilíbrio morfológico, a perda de fibras no tecido muscular ou aderência tecidual da área cirúrgica ocorrida pela cicatrização e sutura.

Quanto tempo após a mastectomia é possível retornar ou iniciar uma atividade física?

O interessante é que essa liberação e direcionamento venha do médico ou equipe médica responsável pelo acompanhamento do paciente, já que existem variáveis de caso para caso que podem influenciar de forma direta e indireta na recuperação e no direcionamento específico para cada atividade física.

Fonte: Beatriz Nunes – Assessoria de Comunicação

Gigi Accioly

HolofoteJornalista (MTB 1468AL), apresentadora de TV, programa Gente em Evidência, exibido pela TV Alagoas (SBT), colunista social do Jornal Primeira Edição (impresso), editora-chefe e colunista da Revista Evidência Cosmopolita (AL), Colunista da revista evidencia.com (EVDCIA), diretora de planejamento da Comunicação Hoje e da Tehron - Núcleo de Comunicação; publicitária, assessora de comunicação, cerimonialista e mestre de cerimônias. Colunista do extinto portal Ciro Batelli – Unique Style (SP e Las Vegas). Membro do Conselho Deliberativo da Febracos – Federação Brasileira de Colunistas Sociais; diretora de divulgação da Soamar/AL. - Sociedade Amigos da Marinha; Diretora Regional em Alagoas da MBA - Mídia Brasil Associados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *