4 de agosto de 2010

45º Festival Folclórico de Parintins

Na paradisíaca ilha Tupinambarama, localizada à margem direita do Rio Amazonas, a cidade de Parintins, fundada no Séc XVIII, com mais de 100 mil habitantes, distante a 420 km de Manaus se transforma no coração pulsante da Amazônia, sua população dobra para a celebração da história do Boi-Bumbá. Somada à magia do lugar, a religiosidade e simpatia do seu povo, mais as belezas naturais da Amazônia fazem deste festival uma das maiores manifestações folclóricas da América Latina.
A ilha se divide em duas cores, numa disputa acirrada: o boi azul, o Caprichoso, foi o grande vencedor desta edição, totalizando a sua 19ª vitória. Encantou o público, que como sempre, lotou o bumbódromo, com quase 40 mil pessoas, com o tema: “O Canto da Floresta”, com encenações dos costumes, lendas e rituais indígenas, retratando o povo da floresta amazônica.
O boi Garantido, o vermelho, que já foi campeão por 27 vezes, foi magnífico, perdendo por poucos pontos. Enfim, se houve campeão, fomos nós, que presenciamos uma das grandes festas que já faz parte do calendário mundial dos grandes eventos.
Curtimos a hospitalidade do povo parintinense nesses três dias de festa, que é sempre realizada na última semana de junho. Gostaríamos de agradecer a equipe da Amazonastur, pelo convite e pela hospitalidade, em nome da sua presidente, Oreni Campello Braga.