13 de setembro de 2011

FESTIVAL DE CINEMA

FESTIVAL DE CINEMA

Começou nesta quarta-feira em Piratuba, SC, na Rota da Amizade, o III Festival Nacional de Cinema e Vídeo Rural. A cidade se torna um imenso palco da expressão do homem do campo e de seu trabalho através de produções audiovisuais e fotografias. Serão quatro dias de programação gratuita no Centro de Eventos. Com a participação de mais de 20 Estados, o evento já figura como um dos maiores de Santa Catarina. Com a intenção de valorizar a família rural e suas atividades, o Festival de Piratuba conta nesta edição, com 146 vídeos, todos voltados à temática do homem do campo. Mais de 80 fotos também estão inscritas no concurso.
Staff – clique na imagem para ampliá-la
Toda programação é aberta ao público e gratuita. Além da exibição dos filmes, o evento conta com a III Feira de Produtos e Artesanato da Agricultura Familiar, com exposição e comércio de produtos durante o Festival. O “V SEMAS” (Semana de Meio Ambiente e Sustentabilidade) também será realizado durante o Festival. Palestras e oficinas serão oferecidas. Os agricultores, estudantes, profissionais e demais interessados também vão contar com oficinas de estudos gratuitas
TREM DE FERRO
Clique na imagem para ampliá-la
Falando nisso, quem está na final do Festival de Cinema e Vídeo Rural de Piratuba, em nossa Rota da Amizade é o filme “MEMORÁVEL TREM DE FERRO”, que celebra o centenário da ferrovia SP-RS e concorre ao grande prêmio de um dos maiores festivais de cinema de SC, comprovando a natureza ruralista e o olhar aventureiro despertado para a saga de colonização regional. A obra que compete na categoria Documentário, concorreu com pelo menos outras 60 produções nacionais para chegar a etapa final da mostra competitiva.
Atores João Paulo Dantas, Mikael Henrique e Izabel Monique
A produção cinematográfica apresenta fortes ligações com a temática rural em detalhes que vão muito além do que é possível ver na grande tela. O filme gravado em quatro estados do país, é uma verdadeira viagem pelo mundo à vapor, relembrando uma época que o país seguia o caminho dos trilhos de ferro, em que o trem era o principal meio de transporte. Cenários de saudades e lembranças misturadas à modernidade estão presentes nessa obra que resgata a história de um dos mais audaciosos empreendimentos da construção ferroviária mundial; a Ferrovia São Paulo – Rio Grande.


Jeff Severino - Florianópolis/SC

Viagens & TurismoJornalista/fotógrafo, diplomado pela Universidade do Sul de Santa Catarina - Unisul - Campus Pedra Branca - Diretor de Comunicação da Associação Catarinense de Colunistas Sociais, Relações Públicas da ABIME - Associação Brasileira de Mídia Eletrônica, Diretor de Comunicação da ABRAJET-SC, Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo, editor de um portal e de um blog, além de membro da FEBRACOS - Federação Brasileira de Colunistas Sociais e FENAJ - Federação Nacional de Jornalistas. Sou colaborador/colunista de diversas revistas e jornais de circulação nacional, começando pela Revista Evidência Cosmopolita em Maceió à Revista OQ em Joinville - SC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *