25 / 09 / 19

Primeira série brasileira Bilíngue, em Libras e Português, estreia na TV Cultura

Protagonizada por jovens surdos, a ficção Crisálida vai ao ar a partir de 26 de setembro, Dia Nacional do Surdo, em quatro episódios exibidos às quintas-feiras, a partir das 19h15

Click nas imagens para visualizá-las em tamanho maior

Estreia na TV Cultura, no Dia Nacional do Surdo, 26 de setembro, a primeira série brasileira de ficção bilíngue, em Libras e português, Crisálida. Dividida em quatro episódios, que irão ao ar às quintas-feiras, a partir das 19h15, a produção apresenta histórias de jovens surdos que enfrentam os desafios de uma sociedade desenhada apenas para ouvintes.

Ao retratar situações familiares, sociais e psicológicas vividas por surdos, Crisálida cruza narrativas e personagens evidenciando como o contato com a língua de sinais é o agente transformador dos envolvidos num universo visual. Ousada, emprega uma linguagem bilíngue no conteúdo ficcional de entretenimento e promete modificar a tradicional percepção sobre os surdos, que segundo o IBGE (2010), somam cerca de 9,7 milhões no Brasil.

Criada por Alessandra da Rosa Pinho e dirigida por Serginho Melo, a produção, de Florianópolis (SC), é uma parceria entre a Arapy Produções, Raça Livre Produções e TVi Televisão e Cinema.

Sinopses dos episódios:

Episódio 1 – Os Surdos Também Amam
Jaks e Morgana desafiam muitos padrões: ele é negro e ouvinte. Ela é branca e surda. O relacionamento entre os dois está em risco permanente.
Exibição: 26/9
Episódio 2 – Boneca que Fala
Valentina e Alan são um casal surdo que enfrenta um enorme conflito: criar a filha ouvinte de quatro anos.
Exibição: 3/10
Episódio 3 – O Direito de Ser Surdo
Rubens é um jovem surdo que aprende Libras à revelia do pai, que o vê como doente. Ele tem que lutar dentro de casa pelo direito de ser surdo.
Exibição: 10/10
Episódio 4 – Lado B
Gustavo criou um projeto incrível, mas como é surdo, ele precisa convencer uma renomada empresa a investir na sua ideia.
Exibição: 17/10

Classificação indicativa: 12 anos

Ficha técnica:
Elenco:
Alexandre Bet da Rosa Cardoso, Angela Eiko Okumura, Chico Caprário, Cleiton César Ribeiro Antunes, Harry Adams, Joanna Bruna Tiepo, Leandro Batz, Marco Stroisch, Milena Moraes, Miriam Royer e Thiago Teles.

Equipe:
Autoria: Alessandra da Rosa Pinho
Direção: Serginho Melo
Produção Executiva: Alessandra da Rosa Pinho, Leila Chagas e Laine Milan
Roteiros: Alessandra da Rosa Pinho, Laine Milan e Serginho Melo

Fonte: Alexani Barbosa – Assessoria de Imprensa Fundação Padre Anchieta

Gigi Accioly

Holofote @gigiaccioly - Jornalista (MTB 1468AL), colunista social do Jornal Primeira Edição (impresso/online), editora-chefe e colunista da Revista Evidência Cosmopolita (AL), Colunista da revista evidencia.com (EVDCIA on line); ex-apresentadora de TV, "Programa Gente em Evidência" exibido pela TV EVDCIA, TV Alagoas (SBT) e TV Mar; publicitária. Membro da ALANE/AL - Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro (Núcleo Alagoas); Comendadora (Comenda Professor Doutor Sebastião Palmeira (instituída pela Academia Maceioense de Letras). Diretora de planejamento da Tehron - Núcleo de Comunicação; assessora de imprensa e marketing, cerimonialista e mestre de cerimônias. Diretora de comunicação social da Soamar/AL. - Sociedade Amigos da Marinha de Alagoas; Diretora Regional em Alagoas da MBA - Mídia Brasil Associados; associada à FEBRACOS – Federação Brasileira de Colunistas Sociais. Colunista do extinto portal Ciro Batelli – Unique Style (SP e Las Vegas).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *