13 de fevereiro de 2021

INCLUSÃO PARTE 2

Um retrato da adoção no Brasil

Queria fazer um ‘mea culpa’ com você, meu querido leitor. Quando introduzi a família do texto passado eu omiti alguns fatos que, após refletir, julgo serem relevantes para a total compreensão da história e o quanto realmente aprendi com ela.

A família em questão era formada por um casal homossexual de duas mulheres. Não preciso aqui salientar o quanto aquela família era unida, pois já o fiz no texto passado. Essa família no interior de Alagoas, há muitos anos, passou por diversas dificuldades e o começo disso era a aceitação por parte da comunidade. Elas escolheram adotar crianças que estavam sendo rejeitadas por sua família de origem, assim como elas mesmas haviam experimentado até se estabelecerem, e somente lhe deram todo amor e dedicação necessários para que elas pudessem crescer sentindo que pertenciam a uma família. Existem muitas posições contrárias sobre a adoção por casais homossexuais e não estou aqui legitimando ou deslegitimando nenhuma opinião, apenas relatando uma experiência.

No Brasil existem, atualmente, quase 9 mil crianças que podem ser adotadas e 40 mil adotantes, esses são dados oficiais. Uma primeira olhada nos faz pensar que a adoção é uma situação sob controle no Brasil, mas não é exatamente assim…

A preferência na adoção é por crianças abaixo de dois anos, quando essa criança atinge de mais de cinco anos a possibilidade de adoção diminui e, quanto mais próximo da pré-adolescência ela chega, as possibilidades são extremamente baixas. Isso faz com que algumas crianças entrem e passem a vida inteira dentro do sistema de adoção. Acho que isso é um assunto que deveríamos discutir um pouco mais e chegarmos a uma definição como sociedade.

O que posso afirmar é que depois dessa experiência, elas me convenceram que para uma criança o mais importante é pertencer a um lar onde se tenham amor, respeito e cuidado.

Luis Antônio Santos

Conexão, Conhecimento e Ação Luis Antônio Santos é Educador, Terapeuta Holístico CRTH 4088, Life Professional Coach, Consultor Sistêmico e Palestrante. Professor de Edcuação Física, Practiticioner em Programação Neurolinguística(PNL), Constelador Estrutural, Pós Graduando em Psicomotricidade, Pós Graduando em Neuropsicopedagogia e Diretor de Ação Social da ABRATH - Associação Brasileira de Terapeutas Holísticos em Alagoas. Escreve artigos em jornal, sites, faz comentários em rádio mas sua maior paixão é exercer a função de Pai do João Carlos. Instagram: @luisantoniostoss @brinkandoterapia Twitter: @luisantoniostos Linkedin: Luis Antonio Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *