20 de fevereiro de 2021

Médico explica detalhes sobre o câncer de pele e faz recomendações

Médico concede entrevista exclusiva

Foto: divulgação Médico explica detalhes sobre o câncer de pele e faz recomendações

Foto: divulgação

Médico explica detalhes sobre o câncer de pele e faz recomendações 

   Dr. João Antonio Aidar Coelho é médico formado pela Santa Casa de São Paulo, foi Professor da UTI da Santa Casa entre o período de 1980 a 1990 e foi Diretor Técnico e Clínico do Hospital Bandeirantes por 20 anos.

    Com o expressivo aumento da emissão de raios solares ruins a pele nos últimos anos, bem como do surgimento de cânceres de pele, que eu resolvi entrevistar com exclusividade, o médico especialista, João Antonio Aidar Coelho.

Médico explica detalhes sobre o câncer de pele e faz recomendações 

Do câncer de pele

   No início da entrevista, o Dr. João Aidar, ressaltou que, “os índices de radiação solar estão cada vez mais altos e para o especialista o ideal é que as pessoas, em primeiro lugar, façam uso do protetor solar, o que é muito importante, enfatizou”, o especialista.

  Ele acrescentou ainda, “que ao ir para praias ou para o campo não ficar embaixo de barracas de náilon e sim de barracas com a proteção de algodão e lona”, concluiu.

Da causa, os tipos de cânceres e tratamentos

    Segundo João Aidar, o câncer de pele é uma consequência do crescimento anormal das células que compõem a pele. O câncer de pele responde por praticamente um terço de todos os diagnósticos de câncer no Brasil.

   Conforme o médico, os tipos de cânceres mais comuns são; carcinoma basocelular e o carcinoma espinocelular. Estes dois são responsáveis por aproximadamente 180 mil novos casos de doenças por ano. O mais raro e letal que os dois tipos de cânceres citados é o melanoma que é o tipo mais agressivo de câncer de pele e que registra 9.000 casos anualmente no Brasil.

   “O câncer de pele sob o ponto de vista de tratamento, requer em primeiro lugar, a cirurgia, para a retirada de todo o câncer e com margem cirúrgica de pele boa, isto é, não se pode cortar o tumor pela metade. Em segundo lugar o paciente pode passar pela quimioterapia, radioterapia eventualmente e atualmente, a imunoterapia, que faz com que se consiga só atingir as células alvo, no caso, as células cancerosas”, afirmou Dr. João Aidar.

Recomendações e cuidados

   Para o Dr. João Aidar, o protetor solar mais indicado é o que possui um fator de proteção solar em torno de 30. O uso do protetor solar precisa ser passado no corpo a cada 2 horas a fim de se proteger dos raios ruins que o sol emite.

   Na avaliação do Dr. João Aidar, o horário mais seguro para a prática de atividades físicas como caminhada e corrida é do amanhecer até às 10 da manhã e, depois, após ás 16 horas. Nisso a pessoa não recebe os raios solares que eventualmente, possam estar envolvidos na causa do câncer de pele.

Instagram: @joaocostaooficial 

João Costa 

João Costa

Jornalista (MTB 87452/SP), Articulista do Instituto Palavra Aberta, integrante do Observatório da Comunicação Institucional (O.C.I), Membro da API (Associação Paulista de Imprensa), Prêmio Ibero – Americano de Jornalismo de 2019/20, Prêmio Direitos Humanos por reportagem feita para o Instituto Dana Salomão e Menção honrosa do Lions Clube Rio do janeiro. Colunista, Blogueiro e Comunicador. Desenvolve há anos um trabalho com o propósito humanitário por meio do que cunha chamar de: "Filosofia da Evolução das Relações Humanas”. Redator responsável e Colunista do Portal FaceTV Brasil; Colunista do Portal da Bahia Jack Comunica, Colunista do jornal “Em Destaque”, do Estado do Rio de janeiro. Foi colunista da "Rede de Escritores de Língua Espanhola". Possui sólidos conhecimentos na edição de textos, é ativista pelos direitos humanos, pela proteção dos animais e no combate a desigualdade social. Participação ativa em Workshops, congressos e conferências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *