7 de abril de 2021

Dia Mundial da Saúde: saiba como alcançar o equilíbrio e ter mais qualidade de vida

"Acordar cedo, alimentar-se bem, praticar exercícios físicos fazem parte do início dessa trajetória..."

Divulgação: Rovella & Schultz Boutique Press InteractiveDia Mundial da Saúde: saiba como alcançar o equilíbrio e ter mais qualidade de vida

Dia Mundial da Saúde

Dia Mundial da Saúde: saiba como alcançar o equilíbrio e ter mais qualidade de vida

Nesta quarta-feira, dia 7 de abril, é o Dia Mundial da Saúde. Implementar mudanças simples no dia a dia e ter mais consciência de suas ações como, por exemplo, ter uma alimentação mais saudável e repensar a forma como você se movimenta vão ajudar e muito a conquistar uma vida com mais qualidade, disposição e saúde.

Conversamos com o Dr. Gustavo Patury, médico especialista no aparelho digestivo referência em cirurgia bariátrica e metabólica, para saber como alcançar esse equilíbrio.

Quais são os sinais que o nosso corpo dá quando nossa digestão não está saudável? 

      Exagerar na quantidade de alimentos (principalmente os gordurosos), comer rápido demais e beber muito líquido durante as refeições, são alguns hábitos que podem prejudicar a digestão. São pequenos erros do dia a dia que estamos acostumados a fazer, que podem gerar algo mais grave ao nosso organismo.

       Fique atento: azia, gases em excesso, dores e inchaços abdominais, refluxo, vômito e até mesmo o cansaço funcionam como um grande alerta, quando ocorrem com frequência, para sintomas de má digestão. Nesses casos, procure um médico para que o caso não se agrave.

      A má digestão pode também fazer com que menos nutrientes sejam absorvidos no intestino, o que aumenta o risco de anemia e falta de vitaminas. Para que todos esses transtornos não ocorram, seguem algumas dicas:

Dicas para ter uma digestão saudável

  • Coma de três em três horas

  • Dê preferência aos alimentos leves e saudáveis

  • Diminua a ingestão de gordura e alimentos industrializados

  • Evite líquidos durante as refeições

  • Mastigue muito bem os alimentos

  • Se alimente sem pressa

Como mudar os hábitos do dia a dia para a saúde melhorar?

        Uma boa noite de descanso é altamente reparadora. O estresse do dia a dia compromete nosso sono, um dos principais momentos de regeneração e recuperação do corpo. Ter uma rotina vai contribuir para que novos hábitos se formem. Acordar cedo, alimentar-se bem, praticar exercícios físicos fazem parte do início dessa trajetória, mas sempre digo aos meus pacientes que eles tenham uma “válvula de escape”, algo que eles façam que dêem prazer como cuidar de plantas, meditar, ler um bom livro, dançar na sala de casa.

Já na área da alimentação opte por refeições que tenham menos carboidratos e gorduras e procure evitar industrializados. A ingestão de água, pelo menos dois litros por dia, é fundamental e ajuda a controlar a fome.

Divulgação: Rovella & Schultz Boutique Press InteractiveDia Mundial da Saúde: saiba como alcançar o equilíbrio e ter mais qualidade de vida

Exercícios físicos

De que forma novas práticas alimentares podem prevenir e ajudar no tratamento da obesidade? 

           Mudar a alimentação de uma pessoa que já está obesa é o primeiro passo a ser tomado. É necessário que a alimentação seja rica em proteínas, fibras e frutas, contendo pouco carboidrato e quase nada de açúcar e gordura. A prevenção da obesidade é feita por um controle na rotina de cada pessoa, tem que entender o quanto seu corpo precisa de alimento, não pode ser uma quantidade exagerada e nem pular refeições (passar fome para emagrecer também não está certo!). Além disso, é essencial ter uma boa noite de sono e fazer exercícios físicos com frequência.

E  a intolerância alimentar? Como identificar? Existe um tratamento? 

       Sempre digo que o corpo dá sinais. Podemos notar alguns sintomas e desconfiar que possa ser intolerância alimentar após ingerimos algum alimento no qual o corpo tem dificuldades de digestão. Nesses casos, normalmente, o organismo apresenta excesso de gases, dores abdominais, náuseas, dores de cabeça, cansaço excessivo, inchaço na barriga, azia frequente e até mesmo coceiras e manchas na pele.

      Geralmente a pessoa descobre que tem alguma intolerância alimentar após apresentar alguns dos sintomas acima. A prevenção acontece só em casos que a pessoa tenha alguma intolerância mas que por ter uma alimentação mais saudável e um estilo de vida mais equilibrado já não consome alimentos que façam mal para ela. O tratamento para quem já tem intolerância é muito individualizado. Vai depender de quais alimentos o indivíduo tem restrições mas, a princípio, é adequar a dieta retirando todos os alimentos prejudiciais que geralmente são os que contém corante, chocolate, lactose, glúten, conservantes e crustáceos. Nesse caso é muito importante o acompanhamento de um nutricionista, para que não falte nenhum nutriente e que possa substituir os que não deve mais consumir. Outro aspecto importante a ser avaliado caso a caso, é a utilização de remédios com enzimas que ajudam na digestão dos alimentos que fazem mal ao organismo.

Dia Mundial da Saúde: saiba como alcançar o equilíbrio e ter mais qualidade de vida
fonte: Mariana Oliveira – Rovella & Schultz Boutique Press Interactive

Gigi Accioly

Holofote @gigiaccioly - Jornalista (MTB 1468AL), apresentadora de TV, programa Gente em Evidência, exibido pela TV Alagoas (SBT), colunista social do Jornal Primeira Edição (impresso/online), editora-chefe e colunista da Revista Evidência Cosmopolita (AL), Colunista da revista evidencia.com (EVDCIA), diretora de planejamento da Comunicação Hoje e da Tehron - Núcleo de Comunicação; publicitária, assessora de comunicação, cerimonialista e mestre de cerimônias. Diretora de divulgação da Soamar/AL. - Sociedade Amigos da Marinha; Diretora Regional em Alagoas da MBA - Mídia Brasil Associados. Colunista do extinto portal Ciro Batelli – Unique Style (SP e Las Vegas), associada da Febracos – Federação Brasileira de Colunistas Sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *