24 de junho de 2021

Nova plataforma revoluciona home office recriando escritório em ambiente virtual

Home office em foco

Hive facilita o trabalho remoto e conecta pessoas, salas de reunião e até áreas de descanso em tempo real, melhorando a interação entre funcionários

 

Com todas as pesquisas apontando para a continuação do trabalho remoto mesmo pós-pandemia, a Hive chega ao mercado com a proposta de proporcionar aos usuários a experiência de um escritório virtual completo através da representação de um escritório físico na tela do computador. A plataforma facilita a comunicação entre funcionários de uma empresa, e atende clientes dos mais diferentes tamanhos e segmentos, desde profissionais autônomos até empresas de grande porte. Hive conecta pessoas e departamentos em ambientes online mais amigáveis, seguros e privativos, desde salas de reunião até áreas de descanso – minimizando assim os inconvenientes do home office. Por que marcar reuniões formais quando pode simplesmente bater um papo, tirar uma dúvida, com seu colega na hora que precisar, como nos tempos de escritório físico.

Para Alandre de Carvalho, idealizador e desenvolvedor da Hive, a Covid-19 mudou a forma de as pessoas se relacionarem no ambiente de trabalho e abriu uma oportunidade de negócio. “A ideia surgiu quando tivemos que, da noite para o dia, trabalhar remotamente. Queríamos criar um ambiente similar ao do escritório físico, mas no mundo virtual – onde, independentemente do local em que estivesse, a pessoa pudesse entrar em seu escritório, sentar à sua mesa e interagir com seus colegas”, explica o executivo.

A plataforma e o software são hospedados na nuvem, o que permite acesso via qualquer computador conectado à internet – sem necessidade de download. “Isto permite a rápido disseminação de oferta da solução a nível global em curto prazo de tempo, já que a venda será toda feita pelo site. A ferramenta já está disponível em oito línguas” conta o sócio-fundador e diretor da Hive, Peter Kodic.

A Hive é uma empresa brasileira que tem planos de expansão global dentro de um curto período de tempo. Sem aportes de investidores externos até o momento, os sócios pretendem alcançar 80% do market share no Brasil e superar 50% globalmente e está neste momento procurando investimento externo para agilizar essa expansão. Com outras soluções tecnológicas, como a plataforma de telefonia em nuvem Vocom, o grupo de sócios desenvolvedores da Hive aposta em soluções B2B que propõem inovação para o mundo digital de forma simplificada e acessível.
 

Do cafezinho à reunião de diretoria

O modelo de escritório virtual da Hive tem tudo o que já existe no escritório que conhecemos. Há os departamentos de cada setor e a estação de trabalho de cada funcionário, onde é possível se comunicar com os colegas próximos em tempo real. Já as salas de reunião podem ter as portas abertas ou trancadas. Há também áreas de descanso, que facilitam a interação entre colegas, simulando o momento do café. Tudo personalizável de acordo com as demandas de cada empresa.

A comunicação pode ser feita por texto, áudio ou vídeo, sempre a um clique de distância.  Também é bem simples ativar o compartilhamento de tela, algo fundamental sobretudo em reuniões. Toda a experiência é descomplicada e bastante intuitiva.

O ambiente virtual integra-se com o espaço físico, permitindo às empresas integração entre as equipes independentemente do local de conexão de cada colaborador. Cada gestor consegue visualizar a presença das demais pessoas presentes no escritório, facilitando a interação e a gestão da empresa, inclusive da área de Recursos Humanos.

Para Kodic, a ferramenta foi pensada e adaptada para resolver os problemas que foram se apresentando desde o início da pandemia. Um deles, mais evidente a cada dia de isolamento, é a sensação de solidão dos profissionais, retirados do ambiente em que estavam acostumados a operar. É sabido que ideias novas e inovativas muitas vezes surgem daqueles bate-papos informais entre colegas. Outra dificuldade é tecnológica: tornou-se necessário dominar três ou quatro ferramentas distintas de comunicação e colaboração à distância. Isso só ampliou os obstáculos na gestão de um grupo de funcionários geograficamente dispersos.

“A Hive soluciona todas essas questões. Ela recria o sentido de time, e isso vai valer mesmo em um cenário pós-pandemia. De acordo com pesquisas recentes, teremos no futuro próximo uma situação de trabalho híbrido, com as pessoas indo ao escritório em alguns dias e trabalhando remotamente em outros”, observa Kodic. Naquilo que enxerga como “o futuro do trabalho remoto”, o diretor aponta ainda um diferencial no relacionamento com clientes. Um visitante pode ser convidado a entrar no escritório virtual por meio de um link, ser acolhido na sala de recepção, conhecer o escritório virtual e partir, em seguida, para uma sala de reunião.

Diferentes configurações de escritório estão disponíveis para diversas necessidades e portes de empresa, inclusive salas de aula para ensino à distância, em um projeto que não tem paralelo no mundo.

Você pode conhecer mais sobre a Hive aqui.

Site: http://myhive.global/br/

Preço: Gratuito enquanto em teste Beta. Após o período, R$ 19,90 por funcionário/mês, preço promocional de lançamento.

João Costa  Instagram: joaocostaooficial

João Costa

Jornalista (MTB 87452/SP) e articulista do Instituto Palavra Aberta, jornalista e articulista do Observatório da Comunicação Institucional (O.C.I), Membro da API (Associação Paulista de Imprensa), Prêmio Ibero – Americano de Jornalismo de 2019/20, Prêmio Direitos Humanos por reportagem feita para o Instituto Dana Salomão e Menção honrosa do Lions Clube Rio do janeiro. Colunista, Blogueiro e Comunicador. Desenvolve há anos um trabalho com o propósito humanitário por meio do que cunha chamar de: "Filosofia da Evolução das Relações Humanas”. Redator responsável e Colunista do portal FaceTV Brasil; Colunista do portal da Bahia Jack Comunica, Colunista do portal Lithoral News - Santa Catarina, Colunista do jornais “Em Destaque e Gazeta”, do Estado do Rio de janeiro, colunista do portal Brasiltocantins. Foi colunista da "Rede de Escritores de Língua Castelhana", e colunista do Diário de notícias Vila Nova Familicao em Braga - Portugal. Possui sólidos conhecimentos na edição de textos, é ativista pelos direitos humanos, pela proteção dos animais e no combate à desigualdade social. Participação ativa em workshops, webinars, congressos e conferências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *