21 / 09 / 21

No mês de conscientização do aneurisma cerebral, neurocirurgião alerta sobre atendimento precoce

 

 

No mês de conscientização do aneurisma cerebral, neurocirurgião alerta sobre atendimento precoce

No mês de conscientização do aneurisma cerebral, o neurocirurgião Fabrício Avelino, da Neurointensiva, UTI neurológica do Hospital Memorial Arthur Ramos faz um alerta sobre esta doença que é silenciosa e atinge cerca de 2% da população mundial, conforme os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS).

O médico revela que setembro foi mês escolhido para levar informação a sociedade uma vez que o atendimento precoce é essencial para salvar vidas. “Cerca de 15% dos pacientes morrem antes de chegar ao hospital, por isso, ao perceber os primeiros sintomas, procure o médico para fazer uma avaliação e os exames necessários a fim de evitar a ruptura”, disse.

No mês de conscientização do aneurisma cerebral, neurocirurgião alerta sobre atendimento precoce

Médico neurocirurgião Fabrício Avelino

Os sintomas são fraqueza, paralisia de um lado do rosto, dores em volta dos olhos, alterações na visão, dor de cabeça forte e intensa, náuseas, dificuldade para falar, vômitos e rigidez do pescoço. Segundo ele, alguns aneurismas podem ser muito pequenos, não sangram e também não proporcionam problemas ao paciente. “Grande parte da população pode viver a vida inteira sem saber que tem aneurisma”, pontuou.

Fabrício fala que não há prevenção contra o aneurisma, mas os cuidados com os fatores de risco, como hipertensão e tabagismo são essenciais para evitar o desenvolvimento da doença. “Praticar atividade física com frequência, ter uma boa alimentação, eliminar o tabagismo e, pelo menos, reduzir o etilismo, além de manter as doenças crônicas, como hipertensão, diabetes, colesterol e outras, controladas são comportamentos preventivos”, alertou.

O neurocirurgião garante que se o aneurisma for diagnosticado antes da hemorragia e tratado, a cura é de 98%. “O tratamento é basicamente cirúrgico, dependendo do tamanho e da anatomia. As técnicas hoje são minimente invasivas que tornam os procedimentos mais seguro e com menor complicações e sequelas”, afirmou.

O que é aneurisma?

Aneurisma cerebral é uma dilatação de uma porção de um vaso cerebral, em geral causado por uma falha na camada muscular das artérias. A pressão normal do sangue dentro da artéria força essa região menos resistente e dá origem a uma espécie de “bolha”, que pode ir crescendo lenta e progressivamente. Essa falha, em geral, é congênita, embora o aneurisma leve anos para se desenvolver a partir disso. Muito raramente, lesões infecciosas e traumáticas podem levar a situações semelhantes, mas, em alguns casos, isso possa ser considerado pesudoaneurismas.

No mês de conscientização do aneurisma cerebral, neurocirurgião alerta sobre atendimento precoce
fonte: Luciana Martins – Assessoria de imprensa

Gigi Accioly

Holofote @gigiaccioly - Jornalista (MTB 1468AL), colunista social do Jornal Primeira Edição (impresso/online), editora-chefe e colunista da Revista Evidência Cosmopolita (AL), Colunista da revista evidencia.com (EVDCIA on line); ex-apresentadora de TV, "Programa Gente em Evidência" exibido pela TV EVDCIA, TV Alagoas (SBT) e TV Mar; publicitária. Membro da ALANE/AL - Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro (Núcleo Alagoas); Comendadora (Comenda Professor Doutor Sebastião Palmeira (instituída pela Academia Maceioense de Letras). Diretora de planejamento da Tehron - Núcleo de Comunicação; assessora de imprensa e marketing, cerimonialista e mestre de cerimônias. Diretora de comunicação social da Soamar/AL. - Sociedade Amigos da Marinha de Alagoas; Diretora Regional em Alagoas da MBA - Mídia Brasil Associados; associada à FEBRACOS – Federação Brasileira de Colunistas Sociais. Colunista do extinto portal Ciro Batelli – Unique Style (SP e Las Vegas).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *