31 / 12 / 21

É possível viver relacionamentos recíprocos em um mundo cada vez mais digital?

 

É possível viver relacionamentos recíprocos em um mundo cada vez mais digital?

Na era da internet, que se desenvolve cada vez mais, existe um mundo à parte. É como se uma nova realidade tivesse sido construída dentro dos celulares e dos computadores. No entanto alguns aspectos desse universo paralelo extravasam para o mundo real, como é o caso dos relacionamentos.

Se antes as pessoas só poderiam se comunicar por cartas ou pessoalmente, agora elas podem conversar instantaneamente com quem amam de qualquer lugar do mundo. Embora isso pareça uma vantagem muito grande, não podemos acreditar que as redes sociais são apenas benéficas para os relacionamentos recíprocos.

Com o conteúdo que preparamos, reflita sobre os diferentes efeitos da internet nas relações que construímos com outras pessoas. Ao final do artigo, descubra a melhor maneira de ter um relacionamento saudável até no meio digital!

Relacionamentos recíprocos

Relacionamentos recíprocos são caracterizados por uma troca mútua de sentimentos. Ou seja, uma pessoa ama a outra com a mesma intensidade que é amada por ela. Por outro lado, o desgosto também pode ser recíproco quando duas pessoas não se dão bem. E isso se aplica tanto a envolvimentos amorosos quanto a outras relações, como as de amizade.

Então o que é recíproco pode ser bom ou ruim, dependendo do relacionamento. Para a continuação do artigo, vamos considerar os relacionamentos recíprocos amorosos, nos quais as pessoas se amam, se respeitam e convivem em harmonia. Será que esses relacionamentos podem ser negativamente afetados pela internet?

O lado bom das redes sociais

As redes sociais são a ferramenta da internet para socializar com outras pessoas. Às vezes elas nos ajudam a conhecer novos indivíduos, outras vezes nos aproximam de quem não víamos há muito tempo. Confira quais são as outras vantagens desse uso da internet:

1) Ampliação do círculo social

A característica positiva mais marcante das redes sociais é a conexão que ela promove entre as pessoas. É possível se comunicar com indivíduos de outros países com poucos cliques, construindo amizades virtuais. Além disso, com os aplicativos de relacionamento, alguém pode conhecer o verdadeiro amor em uma tela de celular. Então é uma ótima ferramenta para o início de um relacionamento.

2) Superação das distâncias

No caso de envolvimentos à distância, a internet é uma salvação. Por meio dela, é possível manter contato com quem está longe fisicamente, inclusive com chamadas de vídeo. Isso vale tanto para as amizades quanto para os relacionamentos amorosos. Em ambos os casos, o contato entre as pessoas é intensificado e aprofundado por meio de conversas diárias, independentemente de onde estiverem.

3) Compartilhamento de experiências

Outra vantagem das redes sociais é o compartilhamento de experiências. Se pessoas que se amam fazem algum programa separadas, podem mostrar um pouco do que viveram por meio de fotos e vídeos ao vivo. Ainda há quem faça amizades jogando algo online ou quem ame passar a noite com uma pessoa assistindo a vídeos e filmes na internet.

O lado ruim das redes sociais

Infelizmente, nem tudo são flores no universo virtual. Os relacionamentos recíprocos podem ser muito beneficiados por essa tecnologia, mas ela também é capaz de desenvolver alguns problemas em amizades e em envolvimentos amorosos. Saiba mais:

1) Distanciamento da vida real

Se duas pessoas estão fisicamente juntas e cada uma está usando o próprio celular, é provável que se crie uma distância entre elas. A situação é ainda pior se apenas um dos indivíduos está focado na internet, quando deveria estar aproveitando o tempo ao lado de quem ama. Nesse caso, o desvio de atenção provocado pelas redes sociais enfraquece os laços de um relacionamento recíproco.

2) Cobrança excessiva

Por mais que a internet tente reproduzir a realidade, ela não é o mundo real. Às vezes, uma mensagem mal-interpretada ou uma curtida em determinado conteúdo vira motivo de briga entre amigos ou casais. A frieza das redes sociais e o fácil acesso a tudo que uma pessoa faz online pode gerar uma cobrança excessiva. Como consequência disso, um relacionamento recíproco torna-se cada vez mais pesado para os envolvidos.

3) Intensificação de inseguranças

Um efeito colateral do uso das redes sociais é a intensificação de inseguranças. Isso acontece porque começamos a comparar as nossas vidas com as vidas de outras pessoas, que são compartilhadas massivamente. Quando desejamos algo que não faz parte dos nossos universos, passamos a olhar com ingratidão para o que temos. Assim, até uma relação que ia bem pode ficar abalada.

Como viver um relacionamento recíproco na era digital?

Depois de compreender os efeitos que a internet pode provocar nos relacionamentos recíprocos, você pode imaginar que não existe uma saída para isso. Mas nós separamos algumas dicas que vão te ajudar a aproveitar somente o lado positivo das redes sociais:

1) Uso controlado da internet

É fundamental limitar o uso que você faz da internet. Quando estiver na presença de quem você ama, deixe o celular de lado para viver o momento. Se estiverem distantes, mantenha o contato quando realmente quiser fazer isso. Do contrário, as conversas se tornarão artificiais e forçadas. Não tem problema não querer conversar o tempo todo!

2) Fortalecimento da confiança

Fortalecer a confiança em um relacionamento recíproco é essencial para que ele dure no mundo virtual e no mundo real. Ao fazer isso, você não vai sentir inseguranças sobre as atividades online da outra pessoa e provavelmente nem vai pensar em stalkeá-la sempre que vocês estiverem distantes. Afinal, se ela não quisesse se envolver com você, ela não se envolveria.

3) Amar com sinceridade

A sinceridade é um dos pilares de qualquer relacionamento, principalmente daquele que é recíproco. Por meio desse princípio, as pessoas podem conversar sobre qualquer incômodo que surgir por causa do ambiente virtual e vão se sentir livres para dialogar sobre aquilo que querem fazer na internet e quando querem fazer. Falando de forma objetiva e cuidadosa, o envolvimento será até mais profundo.

4) Viver experiências offline

Para que um relacionamento recíproco se sustente, as experiências offline devem ser mantidas. Com exceção das amizades e dos namoros à distância, é necessário encontrar quem você ama e fazer programas que não dependem da internet para acontecer. A partir disso, você vai estar realmente disponível para os seus envolvimentos recíprocos, ainda que a relação tenha começado online.

5) Desenvolvimento do amor-próprio

Desenvolver o amor-próprio é uma urgência para todos os aspectos da vida de uma pessoa, e para os relacionamentos não seria diferente. Com essa atitude, fomentada pelo autoconhecimento, é possível reduzir as comparações, as inseguranças e a sensação de isolamento que a internet pode provocar. Quando você se ama, sabe exatamente quais são as relações recíprocas que você deve manter tanto no mundo real quanto no meio digital.

Com base nas informações apresentadas, observamos que é possível viver um relacionamento recíproco na era digital. No entanto devemos seguir algumas recomendações para que essas relações sejam duradouras e verdadeiras, para que extrapolem o universo virtual. Então coloque em prática as nossas sugestões para fortalecer os seus laços com quem realmente importa!

É possível viver relacionamentos recíprocos em um mundo cada vez mais digital?
fonte: Gustavo Martins

 

 

Gigi Accioly

Holofote @gigiaccioly - Jornalista (MTB 1468AL), colunista social do Jornal Primeira Edição (impresso/online), editora-chefe e colunista da Revista Evidência Cosmopolita (AL), Colunista da revista evidencia.com (EVDCIA on line); ex-apresentadora de TV, "Programa Gente em Evidência" exibido pela TV EVDCIA, TV Alagoas (SBT) e TV Mar; publicitária. Membro da ALANE/AL - Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro (Núcleo Alagoas); Comendadora (Comenda Professor Doutor Sebastião Palmeira (instituída pela Academia Maceioense de Letras). Diretora de planejamento da Tehron - Núcleo de Comunicação; assessora de imprensa e marketing, cerimonialista e mestre de cerimônias. Diretora de comunicação social da Soamar/AL. - Sociedade Amigos da Marinha de Alagoas; Diretora Regional em Alagoas da MBA - Mídia Brasil Associados; associada à FEBRACOS – Federação Brasileira de Colunistas Sociais. Colunista do extinto portal Ciro Batelli – Unique Style (SP e Las Vegas).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *