16 / 03 / 22

Por que fazer limpeza de pele?

 

Por que fazer limpeza de pele?

A limpeza de pele é um clássico da estética, um procedimento simples mas fundamental para manter a saúde cutânea. Ela combina o poder dos dermocosméticos com técnicas manuais e equipamentos para oferecer uma pele limpa, hidratada e saudável.

Segundo Nany Mota, esteticista cosmetóloga especialista referência em pós-operatório e massoterapeuta, a recomendação é realizá-la mensalmente. Ela irá agir como um detox facial, pois irá remover as células mortas que se acumulam na camada superficial da pele, assim como restaurar e equilibrar o Ph da epiderme.

Michele Nishioka, fisioterapeuta dermatofuncional da IBRAMED, explica que para fazer o procedimento primeiramente, deve-se aplicar na pele, com auxílio de um algodão ou gaze, uma loção de limpeza para ajudar a remover a maquiagem, a oleosidade e algumas impurezas da pele. Depois, é preciso esfoliar a pele para remover as células mortas, facilitando a extração de comedões (cravos) e impurezas.

O próximo passo é realizar o processo de abertura dos poros por meio do vapor de ozônio, como com o Dermosteam, que realiza a evaporação da água. A ebulição é somada a um circuito gerador de ozônio (O3), que libera vapor ozonizado. “Este vapor (ozonizado) é bactericida e fungicida, também oferece emoliência e umectação, ideais antes da extração de comedões”, explica Michele. Após as extrações deve-se aplicar uma máscara adequada para o tipo e necessidade da pele que está sendo tratada e finalizar com a aplicação de protetor solar.

A limpeza de pele é conhecida por auxiliar na diminuição do excesso de oleosidade, o que ajuda a prevenir o surgimento de cravos e espinhas. “Mas, ela também ajuda a manter a oleosidade natural da pele que é muito importante contra rugas e para preservar a hidratação e seu manto hidrolipídico saudável”, esclarece Nany Mota. Dessa forma, é um processo que melhora o tônus, firmeza, elasticidade e previne o envelhecimento.

Depois de fazer a limpeza de pele, não esqueça que são necessários alguns cuidados durante as 48 horas seguintes. É preciso evitar a exposição ao sol e o uso de produtos ácidos e oleosos, dando preferência para fórmulas calmantes e cicatrizantes. A indicação de Michele Nishioka é utilizar águas termais e protetor solar facial para proteger a pele e evitar o surgimento de manchas.

É importante não realizar o procedimento em peles com inflamações e machucados, como pústulas (lesões com pus). Também é preciso ter atenção ao realizar a limpeza de pele em peles com melasmas ou reativas, como com rosácea ou alergias, de forma a utilizar os produtos mais adequados para suas necessidades.

Por que fazer limpeza de pele?
fonte: Rovella & Schultz Boutique Press – Roberta Rovella Radichi | Luiza Rubio

Gigi Accioly

Holofote @gigiaccioly - Jornalista (MTB 1468AL), colunista social do Jornal Primeira Edição (impresso/online), editora-chefe e colunista da Revista Evidência Cosmopolita (AL), Colunista da revista evidencia.com (EVDCIA on line); ex-apresentadora de TV, "Programa Gente em Evidência" exibido pela TV EVDCIA, TV Alagoas (SBT) e TV Mar; publicitária. Membro da ALANE/AL - Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro (Núcleo Alagoas); Comendadora (Comenda Professor Doutor Sebastião Palmeira (instituída pela Academia Maceioense de Letras). Diretora de planejamento da Tehron - Núcleo de Comunicação; assessora de imprensa e marketing, cerimonialista e mestre de cerimônias. Diretora de comunicação social da Soamar/AL. - Sociedade Amigos da Marinha de Alagoas; Diretora Regional em Alagoas da MBA - Mídia Brasil Associados; associada à FEBRACOS – Federação Brasileira de Colunistas Sociais. Colunista do extinto portal Ciro Batelli – Unique Style (SP e Las Vegas).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *