25 de agosto de 2011

Dica para Enem, vestibulares e concursos: dê atenção especial a cada prova

O Professor Manolo Perez dá dicas de como se dar bem em provas como Enem, vestibulares, concursos públicos, e garante que não precisa entrar em pânico

Foto: divulgação

Exames, provas e testes são assuntos que assustam a maioria dos jovens, que sonha em conquistar seu espaço nas universidades e faculdades mais conceituadas do país. Sabendo disso, o Professor Manolo Perez, coordenador da Ponto Cursos e Concursos, com mais de 30 anos de experiência na área de educação, dá algumas dicas para quem deseja estar preparado na hora das provas.

Quem acredita que estudar da mesma maneira para Enem, vestibulares e concursos seja possível, está enganado. Manolo garante que são exames bastante distintos, com objetivos bem diferentes, também, e por isso mesmo necessitam de atenção especial.

“A prova do Enem, quando foi criada, há mais de dez anos, tinha o enfoque de tentar dar novos rumos para o ensino médio. A ideia é privilegiar um saber mais global, ou seja, um conhecimento não tão dividido por áreas”, declara o professor.

Já para se preparar para os vestibulares, como todos sabem, são provas mais específicas, privilegiando disciplinas básicas do ensino médio, como matemática, português, física, biologia, entre outras.

O professor alega que a melhor forma de se preparar é estudar bastante, porém, como já foi dito, cada exame tem suas peculiaridades.

“Todos nós temos alguma incapacidade, alguma capacidade menos promissora, mas podemos correr atrás disso. E os estudantes percebem, não adianta ensinar, ‘vou estudar 8 horas por dia’, não são as horas por dia que garantem o sucesso, é o estudo valioso e dedicado que conta”, afirma Manolo.

Outra dica importante é elaborar técnicas de estudo. Quando já está próximo dos exames, fazer resumos e explicar a matéria a alguém são técnicas eficientes para garantir o melhor entendimento durante os estudos.

Porém, nem tudo é tão simples. Na hora de se preparar, surgem inúmeras dificuldades, muitas delas por falta de uma boa base do ensino fundamental ou médio. Manolo critica os métodos atuais que os professores utilizam para as suas aulas.

“A maneira como os professores transmitem o conhecimento teve alterações, a escola do passado não é a escola do presente. As escolas do passado eram mais rígidas? Não sei, mas talvez informassem mais. Talvez a escola do presente seja mais participativa, os jovens, as crianças podem contribuir um pouco mais para a criação dessa atmosfera, mas eu acho que o que não pode perder é o vínculo com o saber. Algumas coisas que são essenciais no conhecimento, como a língua, precisam ser muito bem trabalhadas”, completa o professor.

O Profº Manolo Perez Vilches é Mestre e Doutor em Educação pela PUC-SP e coordenador pedagógico da escola preparatória Ponto Cursos e Concursos. Mais informações: www.pontoconcursos.com.br
End.: Av. Profº Alfonso Bovero, 308, piso superior, Perdizes – SP
Tel.: (11) 3868-2821
E-mail: contato@pontoconcursos.com.br

Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *