23 de novembro de 2020

Jornalista toma posse na ALANE – Alagoas em Evento Online

Gigi Accioly concede entrevista com exclusividade

Jornalista toma posse na ALANE - Alagoas em Evento Online

Foto: Gigi Accioly

 Jornalista toma posse na ALANE – Alagoas em Evento Online

Gigi Accioly é Jornalista, Publicitária, Apresentadora, Assessora de comunicação, Palestrante, Cerimonialista, Mestre de cerimônias e Colunista. A jornalista apresentou o programa “Gente em Evidência”, exibido pela TV Alagoas (SBT), e pela TV Mar – Canal 25 e, é a atual, diretora da Revista Evidência dentre outras atividades que desenvolve. 

Foto: Gigi AcciolyJornalista toma posse na ALANE - Alagoas em Evento Online

 Em um ano marcado por transformações, dilemas, resiliência e resistência, jornalista Alagoana faz a diferença e entra para a ALANE/AL – Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro (Núcleo Alagoas) no dia 03/11, em evento online. Para falar sobre este momento tão importante de sua carreira, dar conselhos para novos profissionais da imprensa dentre outros assuntos que entrevistei com, exclusividade, Gigi Accioly. 

Do Ingresso na Academia de Letras e Artes 

  Gigi Accioly ressaltou, no início da entrevista, que além de ser  a vitória de mais uma etapa de sua vida,  é uma sensação de conquista integrar a “ALANE/AL – Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro (Núcleo Alagoas)”. 

   A jornalista “acrescentou ainda que, ter o trabalho reconhecido por intelectuais do mais alto nível, a fez lembrar dos anos que passou nos bancos do saber da faculdade, com mestres competentes e muito admirados”, lembrou. 

   Ela concluiu “tenho uma imensa gratidão por todos os mestres que tive, pois não só me ensinaram o dever de aprender a nossa língua, mas, principalmente, das responsabilidades e oportunidades que poderíamos ter a partir da dedicação aos estudos. A instrução é o que nos engrandece e nos faz crescer profissionalmente e como cidadãos”. 

Revista Evidência Online e a pandemia

  Segundo a jornalista é um trabalho gratificante dirigir a “Revista Evidência Online” mesmo diante de uma pandemia mundial. Ela enfatizou que o que poderia ser um sacrifício, para ela passa a ser a oportunidade de exercício da criatividade e também descontração, com a aprendizagem de novas técnicas para comunicar e se comunicar com outras pessoas, explicou.

  Ela “complementou conhecemos mais ferramentas, o modo de operá-las e de viver. Tudo vale a pena para uma transformação, crescimento pessoal e profissional”. 

Maiores desafios da carreia de jornalista e colunista social 

   De acordo com a jornalista, foram vários os desafios, mas ter o seu marido ao seu  lado a motivou diante dos obstáculos. “O meu marido, jornalista Vasconcellos de Matteo, não permitia o pensamento negativo e o baixo-astral”, destacou.

    Ela complementou que mesmo nos momentos em que pensava em desistir, ele, seu marido a reanimava e logo ela dizia: “a vida continua, a vida é uma batalha. Cada ciclo é um aprendizado”, lembrou.

  Ela acrescentou “minha vida foi pontuada pela determinação, comprometimento, disciplina, cumplicidade e a vontade de crescer ao lado de uma pessoa que tinha orgulho de mim. Isso é fantástico! Devo muito a ele cada conquista da minha vida, pois teve participação em tudo”. 

   Gigi Accioly “destacou que também teve e têm amigos fiéis, amigos interessantes e não interesseiros; pessoas inteligentes e com uma bagagem que acrescenta. Amigos que sabem trocar, partilhar ideias e momentos felizes, também”. Isso ajuda muito, lembrou!

 Glamour e a realidade da profissão de jornalista

    Para Gigi Accioly, glamour é algo efêmero. “Tudo passa! “Eu nunca me iludi, sou muito realista. O glamour pertence as celebridades, pessoas que vivem para isso pela profissão que abraçam. Glamour é ótimo com os pesinhos fincados no chão”, frisou.

  Ela complementou “dizendo que ser jornalista é, antes de tudo, evidenciar fatos, contar histórias reais, ser ético e comprometido com a verdade”.

    Para Gigi Accioly, nós jornalistas, temos o importante papel de mostrar o glamour  dos famosos e socialites, no caso do colunismo social”.

A mulher e o machismo 

 A jornalista enfatizou que nunca teve problema com machismo, sinceramente. Sempre me coloquei como ser humano e profissional antes de ser mulher. Graças a Deus, tive um marido que não era machista, sempre caminhou ao meu lado, não na minha frente. Isso não é maravilhoso?!

  Ela complementou, porém, sei que ainda existem preconceitos, não só o machismo, mas em outras áreas como a diferença racial por conta da cor da pele. Isso me incomoda muito, mas sempre me posiciono ao lado dos que sofrem algum preconceito e não dou moleza para os preconceituosos e pessoas que não conseguem perceber que somos todos iguais, filhos de um mesmo Deus. Minha fé me faz acreditar que a luta continua, mas sempre teremos alguém e grupos para levantar a bandeira em defesa das pessoas que sofrem com esse mal. 

  Segundo Gigi Accioly, “as pessoas que têm preconceito deveriam se tratar. Trata-se de um problema cultural, social e também de uma mentalidade distorcida; de pessoas, que sem generalizar, não sabem o que é ter fé e humildade, pois não possuem a mente evoluída e atitudes civilizadas. Uma pena. Elas não sabem o que estão perdendo”, afirmou.

 Desafios da atividade jornalística em meio a pandemia

  Para a jornalista um dos desafios do jornalista é lidar com as pessoas que estão desconectadas com a realidade. Na avaliação de Gigi Accioly estas pessoas ficam apavoradas com tudo, e se tornam amargas e agressivas. Também ser “proibida de sair de casa”. O afastamento social é cruel… (risos, risos e risos). 

  Na visão da jornalista, a pandemia existe, mas com os cuidados essenciais vamos vencê-la. “Entendo que esse momento, com a falta de trabalho e do dinheiro, para viver com dignidade deixam as pessoas inseguras. Às vezes também fico aterrorizada, mas logo penso em Deus e faço minhas preces. A oração me leva ao encontro do Divino e me faz lembrar que tudo passa” enfatizou.

  Com relação ao trabalho em casa, Gigi Accioly “destaca que não teve problemas em trabalhar  em “home office”, pois sempre teve um gabinete em seu apartamento. “Isso me deixou confortável, pois trabalhar por meio da Internet foi o que sempre fiz”, afirmou. 

 Qual o conselho que você deixa para os jornalistas que estão iniciando carreira?

   Na avaliação da jornalista, a receita que não falha é ter amor pela profissão. O profissional ser disciplinado, saber se relacionar com pessoas e ser empático.  Um ponto importante é saber fazer uma leitura com atenção. Livros ensinam a escrever bem! Sempre dizia em minhas palestras: leiam, leiam tudo que tiver ao alcance de vocês. 

  A leitura também faz bem à alma; nos faz viajar por outros universos, nos faz sonhar. Isso é incrível!

 Considerações finais 

  A jornalista ressaltou sua felicidade e se disse honrada com sua ascensão à Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro – ALANE/AL. “É o reconhecimento de anos do trabalho que executo. A academia é uma referência no país por ter em seu quadro personalidades do mais alto nível intelectual de Alagoas. Estar nesse meio agrega mais valor em minha profissão, respalda o que faço, e aumenta a minha responsabilidade de trabalhar, cada vez mais, voltada para entregar o meu melhor profissionalmente”, afirmou. 

  Ela disse ainda “agradeço a honra de ter sido entrevistada por você, João Costa, um colega muito competente, e, especialmente, um amigo de grande estima. Um profissional sempre em defesa das boas relações humanas; um amigo que sabe ouvir e respeitar o trabalho dos colegas. Isso é admirável!”

    Gigi Accioly concluiu dizendo “a gratidão é a memória do coração”, já dizia “Santo Agostinho”. Sou eternamente grata aos membros da ALANE/AL, e reitero a minha gratidão a você caro, jornalista e amigo, João Costa.

  

Instagram: @joaocostaooficial

 Não deixe de ler: https: Carta aberta ao time da Regulação Estadual de Leitos COVID 19

 

João Costa

Jornalista (MTB 87452/SP) Membro da API (Associação Paulista de Imprensa), Prêmio Ibero – Americano de Jornalismo de 2019/20, Prêmio Direitos Humanos por reportagem feita para o Instituto Dana Salomão e Menção honrosa do Lions Clube Rio do janeiro. Colunista, Blogueiro e Comunicador. Desenvolve há anos um trabalho com o propósito humanitário por meio do que cunha chamar de: "Filosofia da Evolução das Relações Humanas”. Atualmente é Assessor do Observatório da Comunicação Institucional (O.C.I); Redator responsável e Colunista do Portal FaceTV Brasil; Colunista do Portal da Bahia Jack Comunica, Colunista do jornal “Em Destaque”, do Estado do Rio de janeiro, foi colunista do Portal NaMídia e da Revista Empresarial. Foi colunista da "Rede de Escritores de Língua Espanhola". Possui sólidos conhecimentos na edição de textos, é ativista pelos direitos humanos, pela proteção dos animais e no combate a desigualdade social. Participação ativa em Workshops, congressos e conferências.

6 Comentários em “Jornalista toma posse na ALANE – Alagoas em Evento Online

Marcio Rogério Renzo
23 de novembro de 2020 em 11:04

Parabéns ao amigo João Costa pela belíssima entrevista e a Gigi Accioly pela merecida honraria!!!

Responder
LIA Ayres
23 de novembro de 2020 em 13:34

Parabéns mais uma vez pela belíssima entrevista e por sua competência, e por merecer alcançar esse degrau.

Responder
Mário Eugênio da Camino Matteo
23 de novembro de 2020 em 14:22

Parabéns! Nada mais justo e merecido pela conquista alcançanda. Momento muito importante para todos nós!! Parabéns!

Responder
Nely Moura
23 de novembro de 2020 em 14:35

Parabéns, falou e disse!!! Feliz por você!

Responder
Olga Nobre
23 de novembro de 2020 em 19:14

Primeiramente quero parabenizar a querida Gigi Accioly pelo merecido ingresso à Academia de Letras e Artes de Alagoas pelo seu valioso trabalho que está sendo devidamente recompensado e cumprimento o jornalista João Costa pela entrevista muito bem conduzida.

Responder
Zezé Vieira
23 de novembro de 2020 em 23:59

Parabéns à jornalista Gigi por merecida honra, com certeza irá engrandecer a ALANE.

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *